quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Outorga



Desamarra-me,deixa-me soltar
Porque não tens forma de me prender,
Permite-me que relembre uma dor que conheço
Para que não tenha de me defender.
Descontextualiza!Preciso fazer sentido,
Não questiones, não quero pensar.
Deixa que a minha voz te oriente,
Mostra-me o que és, não precisas mudar!
Desamarra-me, deixa-me soltar
Porque não tens forma de me prender,
Agita o meu círculo,
Faz-me tremer!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial