quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Nonna


Não te quero perder!
Sou ególatra, sou!
Mas não te quero perder!
Não quero deixar cada pedaço de vida que me deste
E sei que se findas a vou esquecer.
Não me deixes!
Não destruas a figura que criaste!
Não me deixes ainda!
Luta, ainda que a tua consciência não te permita
Saber pelo que estás a lutar!
Fica comigo!
Não agora, mas para sempre!
Alimenta o meu egoísmo,
Alimenta-te dele se precisares,
Não padecerás mais do que sustentarei se me deixares.
Não morras nunca!
Não vás!
Não me deixes!

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial